sábado, 13 de abril de 2013

Os Gatos Do Sobrado Do Alicio



 
Os Gatos Do Sobrado Do Alicio
O Fêici Búqui aproxima os que estão distantes
E afasta os que estão pertos.
Além de tudo que possa
Advir de bem e de bom...
Como mídia de comunicação,
Mídia de diversão
Mídia de divulgação e de encontros.
O Fêici Búqui é a praia da solidão
Dos que sofrem por carências afetivas.
Estranhos na chegada
Estranhos na partida.
A ilha do Dr.Moreau...
Um verdadeiro teatro do absurdo
(para quem não sabe usá-lo adequadamente)
Incautos trepam e se estrepam
Numa orgia sexual virtual desenfreada.
Anônimos se masturbando mutuamente
Na velocidade da internet.
No silêncio mortal da noite.
E nem percebem que
A chuva que caia, lá fora
Cessou de cair, faz tempo.
O cheiro gostoso de terra molhada
Impregnou o ar.
A vozes dos botequins se calaram.
A água que caiu sumiu de vista
Correndo na sarjeta em direção aos bueiros.
O céu ficou limpo e a lua cheia surgiu.
Os gatos do sobrado do Alicio
Mais espertos que os homens
Trepam no telhado e se arranham
E se assanham
Sob a luz do luar.
Eles se amam e se arranham
E gritam escandalosamente
Como que a dizer para os humanos
Que o virtual é legal
Mas o real é que é bom.
Matrix já chegou minha cara.
O Grande Irmão, de Orwell,
Meu caro amigo...
Já colocou a mão no seu ombro
E construiu muros e cercas
Ao seu redor e você ainda
Nem se deu conta disso.
Os gatos sabem das coisas
Os gatos do sobrado do Alicio
Sabem das coisas, e parecem
Querer ensinar aos homens
De boa cepa...
Aos homens de boa vontade, que as,
Vulvas de verdade é o paraíso.
Sexo virtual é coisa de criança.
O Galo Carijó cantou pela terceira vez,
O dia já vem raiando
E você ai quatro... Nove horas
Conectado nessa porra de Fêici Búqui.
E os gatos do sobrado do Alicio
Mais uma vez voltaram a se unharem
A se arranharem e a miar escandalosamente
Sobre o telhado de zinco
Como a lhe dizer novamente:
Ame de verdade!
Beije de verdade!
Beijo de língua
Na boca da mulher,
Amada ou não, mas mulher real
Penetre de verdade!
Com seu falo ardente
A vulva da mulher,
Amada ou não, mas mulher de carne e osso,
Mulher palpável...
Os gatos do sobrado do Alicio
Realmente sabem das coisas.
Os gatos do sobrado do Alicio

Jamais trepam com gatas infláveis.
Copyright© Tom Vital/05/03/2013

 


 


2 comentários:

  1. ..mas podem ser devorados pelas duas cachorras que ele tem,

    como também pelas que não tem,

    e assim, nos calhas de roda a girar,

    segue esse comboio arca de noé,

    a entreter a miação e a latição

    ResponderExcluir