sábado, 19 de dezembro de 2015

Um Certo Natal




            Um Certo Natal

O Menino Deus ficou esquecido dentro do carro,
No estacionamento do Shopping Center.
O burro pasta, tranquilamente
Na relva fresca e macia,
No quintal da casa da casa do Tom Vital.
A Estrela de Belém caiu num poço
Em pleno deserto e se apagou.
Os Reis Magos foram aprisionados
E depois degolados,pelos fanáticos do ISIS.
J e M,foram cear em casa de parentes.
E o poeta autor desses versos.
Sozinho, em plena noite de Natal
Entorna a quarta dose de absinto,
Presente do pezinho de anjo.
E escuta pela enésima vez
The End,na voz de,Jim Morrison.

Copyright© Tom Vital /2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário