sexta-feira, 13 de maio de 2011

Quase Poesia,Quase Triste


Quase Poesia, Quase Triste

 

Hoje é domingo e daí!
Freud começou revolucionário
Terminou retrógrado
Cristo começou revolucionário
Acabou crucificado
Galileu ao contrário de Bruno
Retratou-se e escapou da fogueira
Alan Turing inventou o computador
E depois adormeceu para sempre.

 

Hoje é domingo céu de chumbo
O bebê Fátima... O bebê Fátima
Foi para a casa da tia Selma
Tem reunião no clube da Luluzinha.

 

Hoje é domingo dia de clássico
Belo Horizonte vai tremer
Quero ir ao Mineirão
Assistir o meu Galo Doido
Vencer o Palestra Celeste
Não tenho grana.

 

Hoje é domingo dia de clássico
Atlético e Cruzeiro
Cerveja e tropeiro.
Bala de Borracha
Spray de pimenta
A policia vai usar.
Tenho que estar atento
Para não me machucar.
Sou da paz!
Guerra não.

 

Hoje é domingo dia de festa
Silvio Santos macarrão e frango
Quero beber não tenho grana
Quero dar um tirinho não tenho grana
Quero pitar um bururu não tenho grana
Quero lhe telefonar não tenho créditos.

 

Hoje é domingo dia de missa na matriz
Quero ir rezar não tenho fé
Quero me matar não tenho grana
Para comprar uma bala
De tamarindo ou de revólver
Quero viver não tenho gana.

 

Copyright©Tom Vital/24/06/2007

 


 


 

4 comentários:

  1. Hoje é domingo... De uma frase simples você vai intercalando pensamentos e de repente estamos totalmente envoltos... Você e o leitor, compartilhando coisas íntimas.
    Beijo querido,
    estava com saudade das suas atualizações.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por teu comentário em meu blog, estou lendo teus poemas com um tradutor. ;uy sentidos teus poemas, com muito ônus de nostalgia e melancolia. Noe, de Caricias do alma

    ResponderExcluir