sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Viração


Viração

 

Pois é Tom Zé

Parece tristeza, mas não é...

É outra coisa...

Meus heróis não morreram de overdose:

Renato e Cazuza se foram ceifados pela AIDS

*Pibinha poeta inédito, meu camarada e dos bons

Foi barbaramente assassinado no interior do banheiro

Do Bar Do Barão (não o Vermelho) onde costumávamos

Jogar purrinha beber cerveja e tomar caldo-de-feijão

Todos se foram na flor da mocidade.


 

Inclusive o meu melhor e maior amigo da infância

Marcelo dos Reis Resende, que era bom de veterinária

E se foi levado pelo câncer

Se fosse no século dezenove provavelmente

Todos eles teriam sido vitimados pela tuberculose

O que não seria nenhum consolo.


 

Mas o Romantismo já passou

O Arcadismo idem

Não voltam mais.

Os Românticos não

Esses são eternos

Não passam nunca.


 

Minha Arcádia fica no Caieiras

Em Vespasiano, Cidade do Galo

Regina de Fátima Lima Carvalho

É a pastora, a Marília que me inspira

Gosto: do Gil, do Chico

Do Caetano e da Bethânia.

Raul Seixas por influência boa

Do* Reinaldo Lúcio Entreportes

Parceiro desde a adolescência:

Bom de dança, bom de bola

Bom de soco, bom de copo

E de viola

Que adotou o boxe como esporte.


 

Quero morrer

Bem velhinho

Bem safado

Ainda que safenado

Saboreando um bom vinho

Ou uma boa caninha da roça

E como o velho Rei Davi

Cercado de meninas.


 

Pois é Tom Vital

Parece tristeza, mas não é...

É outra coisa...


 

Fuga incrível

E inútil

De um mundo impossível

De se crer

De se conhecer

De se viver.


 

Parece tristeza

Mas não é...

É outra coisa...

Copyright© Tom Vital/11/11/1996


 

*Pibinha e Reinaldo… sempre foram o mesmo homem.

2 comentários:

  1. ei velho buk. as remeniscências doem, mas não sabemos viver sem elas.

    "há um pássro azul em meu coração..."

    ResponderExcluir
  2. Fiquei sem palavras Tom... Essa veio fundo, no meu estômago, e eu senti tudo... As lembranças são cruéis ou nós que somos frágeis?
    Ficou incrível.
    Aplausos.Fiquei sem palavras Tom... Essa veio fundo, no meu estômago, e eu senti tudo... As lembranças são cruéis ou nós que somos frágeis?
    Ficou incrível.
    Aplausos.

    ResponderExcluir